Experiência recompensadora

Novo programa na fábrica homenageia funcionários mais antigos

Nossa fábrica de Rótulos e Embalagens em Champ sur Drac, na França, está a todo vapor. "Ela funciona com capacidade máxima", diz Nick DiGrazia, o gerente de operações, "24 horas por dia, 7 dias da semana, 360 dias por ano".Para manter esse ritmo, os funcionários trabalham em três turnos, incluindo dois noturnos, seis dias por semana, com quatro dias de descanso entre as semanas.

Mas o que acontece quando trabalhadores com muito tempo de casa perdem o vigor ou a vontade de trabalhar com uma carga horária tão intensa?

Como muitas empresas de manufatura, nos deparamos com a questão de como melhor atender às necessidades dos funcionários antigos, trabalhadores que ainda não têm idade para se aposentar, mas que também não querem mais fazer trabalhos que exijam muito esforço físico e tempo. Recentemente, a equipe da Champ sur Drac pensou em uma solução inovadora para este desafio, inspirada em parte pelo "contrato geracional" da França, que, entre outras coisas, exige que as empresas encaixem trabalhadores mais velhos.

Através de um novo projeto chamado The Zeus Program, os funcionários antigos de 55 anos ou mais são colocados nos turnos da manhã ou da tarde, de segunda a sexta-feira, o que significa que eles não precisam mais trabalhar em turnos noturnos ou nos fins de semana. Novos funcionários são contratados para assumir os turnos nos quais os "Zeuses" não trabalham. O custo é compensado pelos próprios Zeuses, que atuam como substitutos quando os outros funcionários estão doentes ou de férias.

Além disso, sempre que precisamos que os funcionários participem de um kaizen ou de qualquer outro projeto para solucionar problemas, nossos Zeuses são nossos especialistas disponíveis: podemos tirá-los temporariamente da linha de produção para aproveitar seus conhecimentos na hora de melhorar os processos ou inovar para atender os clientes.

“Alguns de nossos funcionários em Champ sur Drac estão conosco há 30, 40 anos”, diz Nick. “Essa experiência e conhecimento não têm preço. Eles são respeitados pelos trabalhadores mais novos, porque a maioria das pessoas ali foi treinada por um deles.”

experiência recompensadora

Com quatro Zeuses participando e outros chegando, o programa foi bem recebido.

"Não trabalhar nos turnos da noite e nos fins de semana ajuda essas pessoas a se readaptar a um estilo de vida mais convencional", diz Nick. "É impossível estar em um time de vôlei ou ser líder de um grupo de escoteiros com horários de trabalho rotativos sete dias por semana. É difícil cuidar dos netos. Agora eles podem ter uma rotina mais tranquila e daqui a alguns anos, quando se aposentarem, a mudança não será tão repentina.”

Fazer da Avery Dennison um ótimo lugar para trabalhar é um dos nossos objetivos de sustentabilidade para 2025. Saiba mais sobre os nossos esforços relacionados às pessoas aqui.

 

Histórias Relacionadas

Novas trabalhadoras chinesas

Buscando ideias

Tornando a segurança parte de nosso processo