Responsabilidade Social

Promovendo os direitos humanos entre nossos subcontratados

Nosso compromisso com os direitos humanos e as práticas justas de trabalho não se restringe a nossas fábricas. Esperamos a adesão de nossos subcontratados e fornecedores a nossas Normas Globais de Fornecedores, que regem segurança, condições de trabalho, salários e afins.

Nossa divisão RBIS mantém um programa de supervisão minuciosa das empresas subcontratadas para as quais muitas vezes terceiriza a produção de etiquetas de vestuário e outros produtos acabados. Por meio do programa oferecemos aos subcontratados informações e treinamento para ajudá-los a entender e seguir nossos padrões. Auditores terceirizados contratados por nós visitam as instalações subcontratadas. Eles verificam as condições nos dormitórios dos funcionários, salários e horas de trabalho, cobertura de seguro, segurança contra incêndio e muito mais. Fornecedores que não cumprem determinados critérios quanto a trabalho infantil e segurança contra incêndio, por exemplo, têm seus contratos prontamente suspensos. Quando os fornecedores têm problemas de conformidade em outras áreas menos críticas, trabalhamos com eles para ajudá-los a entrar em conformidade. Acreditamos que trabalhar com os parceiros para melhorar sua conformidade é a maneira mais eficaz de causar transformações em nosso setor.

Desde 2014, a RBIS auditou 196 de seus subcontratados, um número que representa 95% de seus gastos com subcontratados.

Em 2016, a RBIS realizou uma avaliação de seu programa de conformidade social, comparando-o com outros de empresas similares. A análise revelou que o programa RBIS é líder em seu setor em termos de profundidade e frequência de auditorias. 

Nosso divisão de LGM lançou em 2016 seu próprio programa de supervisão para os principais fornecedores, com base em uma plataforma desenvolvida pela consultoria terceirizada EcoVadis. A plataforma classifica os fornecedores com base em suas respostas a um questionário online que abrange uma série de questões trabalhistas e de direitos humanos alinhadas com nossas Normas Globais de Fornecedores. Temos como norma intervir junto aos fornecedores que se mostram de alto risco para ajudá-los a melhorar. Se não houver avanços dentro de um prazo de tempo especificado, podemos encerrar nosso relacionamento com a empresa. (A LGM também usa a plataforma da EcoVadis para avaliar o desempenho ambiental dos fornecedores; consulte "Pontuando o desempenho ambiental de nossos fornecedores” aqui). Em 2016, apresentamos EcoVadis a nossos 100 maiores fornecedores, que representam 80% das despesas de compras de LGM. Pediremos informações aos próximos 100 maiores fornecedores até o final de 2017, até cobrir 95% de nossos gastos de compras.